DIRETOR DA FENEME MINISTRA PALESTRA SOBRE PREVIDÊNCIA EM MATO GROSSO DO SUL

Palestra sobre a reforma da previdência contou com a participação maciça dos militares estaduais

Cerca de 400 bombeiros e policiais militares estiveram na sede da  Associação dos Oficiais Militares Estaduais de MS (AOFMS) na manhã desta quinta-feira (16), para participar da  palestra sobre a polêmica PEC 287/2016 que trata sobre a “Reforma da Previdência”, e que pode trazer pontos prejudicais aos militares.

A AOFMS trouxe para falar sobre o tema o palestrante coronel PM Elias Miler da Silva, diretor de assuntos legislativo da Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (FENEME), presidente da entidade representativa dos oficiais de SP (DEFENDA) e chefe do gabinete do deputado federal de SP Major Olímpio.

Na ocasião, o coronel Miller destacou que os militares possuem apenas 6 dos 34 direitos constitucionais trabalhistas conferidos aos servidores civis, pois não podem fazer greve, ser sindicalizados ou filiados a partidos políticos, não possuem FGTS, hora extra, carga horária regulamentada e ainda estão sujeitos a preceitos rígidos de hierarquia e disciplina (Regulamento Disciplinar e Código Penal Militar), dentre outros.

Foi mencionado também que os policiais e bombeiros militares colocam permanentemente suas vidas em risco durante o serviço e no horário de folga, sendo, comprovadamente, uma das profissões mais estressantes do mundo.

“Caso a reforma da previdência seja aprovada os militares estaduais sofrerão um prejuízo incalculável, pois só restará o ônus do militarismo, correndo o risco de evasão imediata, a exemplo do que vem ocorrendo no Distrito Federal, cuja evasão encontra-se em grande escala”, frisou o diretor da entidade nacional dos oficiais, FENEME.

Segundo o coronel Miler, por meio de uma sinergia entre a FENEME, CNCG (Conselho Nacional de Comandantes Gerais da PM e do CBM) e associações nacionais das praças, serão apresentadas através dos deputados federais que representam a classe, emendas legislativas com intuito de retirar as citações prejudiciais à categoria da PEC 287, evitando a perda de direitos históricos.

Por fim o palestrante salientou a importância de ser associado da uma entidade classista para fortalecer a representatividade frente as demandas,  bem como se manter vigilante na busca de uma solução justa e digna para todos os policiais militares e corpo de bombeiros militares, os quais são um dos pilares da segurança pública.

Participaram da reunião os deputados estaduais coronel David e o Cabo Almi, bem como os presidentes das entidades classistas da Polícia Militar e Corpo de Bombeiro Militar de Mato Grosso do Sul (ACS, ABSS, ASPRA, AOCBMMS, APBM e ABM).

 

Fonte: http://www.aofms.com.br/noticia/221/palestra-sobre-a-reforma-da-previd-ncia-contou-com-a-participa–o-maci-a-dos-militares-estaduais.html